CONHEÇA NOSSO BLOG
Clareamento Dental

5 coisas para fazer antes do clareamento dental

O clareamento dental é um dos procedimentos odontológicos mais procurados pelos pacientes. Conseguir o sorriso perfeito é um objetivo que pode ser alcançado através de diversas técnicas, que apresentam resultados muito satisfatórios.

Durante e depois o tratamento, é fácil imaginar que diversos cuidados devem ser tomados para conservar o sorriso, certo? Mas engana-se quem pensa que basta procurar um dentista para iniciar o processo.

Algumas providências precisam ser tomadas antes de qualquer interferência nos dentes, tanto por motivos de segurança quanto de eficácia. Portanto, confira a lista abaixo e não deixe nenhum item de lado!

1. Passar por uma avaliação da saúde bucal

Nada de se submeter a um clareamento dental sem consultar um especialista. A avaliação da saúde bucal é muito importante para identificar cáries, infiltrações em restaurações e demais problemas que interfiram na estrutura dentária.

Para completar, a gengiva deve estar saudável e não apresentar nenhuma exposição de raízes ou dentina. Caso uma dessas questões seja identificada, é preciso solucioná-las o quanto antes. Somente depois de tratadas o paciente é liberado para clarear os dentes.

2. Realizar a limpeza completa dos dentes

Manter a higiene bucal é muito importante em qualquer ocasião. Durante o clareamento dental, ela é naturalmente indispensável. Mas ele poderá ser feito somente após uma limpeza completa antes de cada sessão.

Portanto, escove muito bem os dentes, passe o fio dental e utilize o enxaguante bucal recomendado pelo seu dentista. E antes de iniciar o tratamento total, marque uma consulta para realizar uma profilaxia e garantir que não há qualquer manifestação de placas bacterianas.

3. Escolher corretamente o tipo de clareamento dental

Existem vários tipos de clareamento dental e cada opção se adequa melhor a um objetivo diferente. Sendo assim, não é aconselhado que o paciente inicie um tratamento caseiro por conta própria.

A ajuda de um dentista qualificado é fundamental no processo de escolha, para evitar transtornos e ineficácia. Respeite essa recomendação, inclusive para realizar um tratamento mais seguro e receber as orientações corretas para mantê-lo em dia.

4. Aguardar a cicatrização de cirurgias

Quem passou recentemente por cirurgias, especialmente plásticas gengivais, deve aguardar a completa cicatrização antes de fazer clareamento dental. As técnicas e substâncias utilizadas no procedimento geralmente entram em contato direto com a gengiva, e podem causar sensibilidade no local.

Dessa forma, a cicatrização pode ser prejudicada, bem como os resultados da cirurgia realizada anteriormente. Sempre acompanhe com seu dentista o nível de recuperação cirúrgica e aguarde o sinal verde para o clareamento.

5. Pedir um exame de reações alérgicas

Alguns pacientes podem apresentar reações alérgicas a componentes utilizados no clareamento dental. Se você ainda não possui confirmação dessa possibilidade, peça ao especialista para fazer um exame e conferir se seu organismo responderá bem ao procedimento. Com o diagnóstico positivo, outras opções poderão ser analisadas e indicadas de acordo com o que o resultado permitir.

Pronto! Agora você está preparado para fazer um clareamento dental com mais tranquilidade. Você tem vontade de ter um sorriso mais branco e brilhante? Pensa em realizar o tratamento em breve? Participe nos comentários!

Posts RecentesCategoriasTags
  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii