CONHEÇA NOSSO BLOG
06Mar

Bruxismo: como tratar o ranger dos dentes

Conhecido como bruxismo, o ranger dos dentes durante o sono atinge milhares de pessoas ao redor do mundo. Como o problema acontece geralmente durante a noite, sua descoberta costuma ser bastante demorada.

O distúrbio pode se manifestar em diversas idades e dependendo de sua gravidade, destrói o tecido da gengiva e causa até mesmo problemas de articulação da mandíbula. Por isso, para evitar todos esses transtornos, saiba quais providências tomar com a leitura deste artigo!

Quais são as principais causas do bruxismo?

Ainda não existe comprovação médica sobre as causas do bruxismo. Porém, razões físicas ou psicológicas são geralmente associadas a esse incômodo ranger dos dentes.

Sentimentos como ansiedade, estresse e raiva são associados à tensão que se forma na mandíbula e incita o problema. Alinhamento anormal dos dentes, dor de ouvido, refluxo e apneia do sono são outras questões que podem estimular o distúrbio.

Por fim, se você toma antidepressivos ou medicamentos psiquiátricos, deve também ficar atento. Em casos de Parkinson e doença de Huntington, a ação de pressionar dentes é bastante comum.

O ranger dos dentes apresenta sintomas?

Mesmo sendo de difícil identificação, alguns sintomas e sinais podem demonstrar que você tem bruxismo. Por exemplo, se o ranger dos dentes for muito alto, o som pode despertar uma pessoa que esteja dormindo próxima ou até a si mesmo.

Se a sensibilidade nos dentes for recorrente e eles começarem a se lascar ou desgastar, é sinal de que o processo acontece com frequência. Dor de cabeça e mandíbula que estrala dolorosamente são outros sintomas preocupantes e podem indicar que o estágio começa a ficar avançado.

Como é o diagnóstico do problema?

Ao procurar ajuda médica, o primeiro profissional a ser consultado é o odontologista, ele fará a primeira avaliação de seus dentes e solicitará os exames para confirmar se seus sintomas são realmente causados pelo ranger dos dentes.

De acordo com o resultado, ele fará o encaminhamento para outros especialistas, como o psiquiatra ou o fonoaudiólogo. Por meio dessas consultas, o diagnóstico final será fornecido.

Ele pode se relacionar com distúrbios dentários, distúrbios e infecções no ouvido ou problemas com a articulação têmporo-mandibular. A partir de então, o tratamento para o bruxismo será iniciado.

Como tratar bruxismo?

A solução mais comum que o tratamento do bruxismo apresenta é o uso de uma placa dental, feita de silicone ou resina, é confeccionada sob medida para o encaixe perfeito dos dentes superiores. Assim, eles não entrarão em atrito com os inferiores e o problema é corrigido com o tempo.

Se a causa do ranger dos dentes for associada ao alinhamento da mordida, é necessário ir mais além. Normalmente, são recomendados tratamentos ortodônticos, uso de aparelhos dentários ou restauração.

Agora que você já sabe o que é e como tratar bruxismo, está preparado para perceber qualquer sinal do problema. Procurar ajuda o quanto antes ajuda na cura e na diminuição de todas as dores causadas por ele.

E você, tem ou teve que conviver com o ranger dos dentes? Como é lidar com esse problema? Conte sua experiência nos comentários abaixo!

Posts RecentesTags
  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii