CONHEÇA NOSSO BLOG

bruxismo em crianças em tratamento
Categories Odontopediatria

Bruxismo em crianças: causas e consequências

O bruxismo em crianças pode ser desenvolvido por conta de diversas situações de exposição. É importante esclarecer que não se trata de uma doença, mas sim de uma desordem funcional caracterizada pelo ranger dos dentes durante o sono. Essa ação pode gerar consequências graves às crianças. Dessa maneira, é necessário que o tratamento odontológico seja realizado para prevenção. Gostaria de saber quais são as causas e consequências do bruxismo em crianças? Continue a leitura deste artigo do Instituto Oral Itaim.

Bruxismo em crianças: o que você precisa saber?

O bruxismo em crianças pode ser desenvolvido em dois tipos: durante o sono e em vigília. O primeiro é o modelo mais comum. Acontece devido ao fato das crianças serem mais vulneráveis e ainda não saberem lidar direito com suas emoções.

Nesse sentido, a famosa frase: “o corpo fala” faz total sentido com o bruxismo em crianças. A seguir, separamos algumas causas e consequências que podem ser apresentadas por essa disfunção.

Por que existe bruxismo em crianças?

Causas

As causas de bruxismo em crianças são diferenciadas de acordo com cada tipo de distúrbio. Por anos, pesquisas realizadas sobre bruxismo durante o sono, detectaram que ele tinha ligação direta com o estresse. No entanto, as novas pesquisas do campo apontam causas diversas.

As possíveis causas para o bruxismo noturno em crianças podem estar relacionadas ao ambiente no qual a criança é exposta. Então, constantes mudanças de rotina, por exemplo, são capazes de fundamentar o bruxismo em crianças. Nesse mesmo passo, fatores emocionais também possuem a mesma ação.

Por outro lado, o bruxismo de vigília, que acontece ao longo do dia, tem como causa principal a ansiedade. A criança pressiona os dentes como uma das formas que aparentam situação de estresse. Assim, torna-se mais característico de pré-adolescentes.

Bruxismo em crianças prejudica o sono

Consequências

Caso o bruxismo em crianças não seja acompanhado por um profissional odontopediatra, o tempo dele poderá ser estendido. Assim, quanto mais tempo perdurar o período dessa disfunção, maiores poderão ser as consequências. Entre elas, é possível encontrar o desgaste dos dentes, aumento da pressão na cabeça e modificação da articulação temporomandibular. Essa última simboliza a região do osso temporal e a mandíbula, parte que pode ficar comprometida para além da infância.

Como evitar?

Existem formas de prevenir o bruxismo em crianças! Tentar estabelecer uma rotina, incentivar a boa mastigação e posicioná-las em ambiente tranquilo antes de dormir são formas de diminuir a tensão na qual elas podem ser expostas.

Pai e filho brincando de futebol

Tratamento

O tratamento do bruxismo em crianças é semelhante ao realizado em adultos. O odontopediatra indicará uma placa que impeça ou diminua o atrito causado entre os dentes superiores e inferiores. Contudo, em casos mais graves deverá ser iniciado tratamento ortodôntico, com a colocação de aparelho, por exemplo.

Onde realizar o tratamento?

Gostou do nosso artigo sobre bruxismo em crianças? Realize o tratamento de seu filho no Instituto Oral Itaim! Oferecemos odontopediatria em São Paulo! Além desse serviço, você também encontra clareamento dental, ortodontia, periodontia entre outros para tornar o seu sorriso e o da sua família ainda mais bonito! Entre em contato conosco e conheça nossa missão!

Odontologia pediátrica: na imagem vê-se uma criança sorrindo na cadeira do odontopediatra, esperando para iniciar os procedimentos
Categories Odontopediatria

Odontologia pediátrica: conheça a importância

A odontologia pediátrica também pode ser chamada de odontopediatria. Ela consiste na especialização odontológica que tem como princípio o cuidado com saúde bucal das crianças. A princípio, a idade máxima para ser atendido por um odontopediatra é de até 12 anos. Com isso, é fundamental lembrar que a odontopediatria é de extrema importância para o desenvolvimento da criança. Foi pensando nisso que o Instituto Oral Itaim produziu este artigo! Boa leitura!

Saiba qual é a importância odontologia pediátrica

Levar seu filho ao odontopediatra é tão importante quanto levá-lo ao pediatra. Pode-se dizer que as duas vertentes são complementares na medida em que cuidam do bem-estar da criança. Além disso, a boca faz parte do sistema digestivo onde ocorre o início do processo de ingestão de alimentos. É através dela onde, por vezes, existe o maior contato com bactérias. A proliferação dessas dentro do corpo pode ocasionar graves problemas.
A seguir, separamos alguns pontos importantes sobre a odontologia pediátrica. Confira!

Odontologia pediátrica: na imagem pode-se ver uma criança sendo consultada por um odontopediatra

Estimula ao cuidado com a saúde

Como dissemos anteriormente, a odontologia pediátrica é fundamental para a prevenção de doenças. Com ela, é possível detectar problemas com antecedência por conta dos exames que podem ser realizados. Além disso, problemas menores como cáries e tártaros podem ser facilmente solucionados pelo odontopediatra antes de originar questões mais complexas.

Concede orientação correta

O odontopediatra será o profissional ideal para orientar quais são as práticas corretas para a boa higiene bucal. Elas poderão ser a forma de como escovar os dentes sem causar danos à gengiva, técnicas de passar fio dental, entre outras. É importante destacar que a odontologia pediátrica funciona como uma espécie de “guia de boas ações” para seu filho. O profissional o alertará que a boa higiene bucal favorece a prevenção de doenças.

Odontologia pediátrica: na imagem pode-se ver uma odontopediatra orientando uma criança como praticar a escovação corretamente

Garante informações específicas

Uma das vantagens que podem ser concedidas pela odontologia pediátrica são as informações específicas com base no tempo de tratamento do paciente. Assim, o odontopediatra poderá conceder informações aos responsáveis das crianças de acordo com o histórico delas no consultório e exames realizados. Esse fator é crucial para caso exista a necessidade de proceder à mudança de profissional ou iniciar um procedimento cirúrgico, por exemplo.

Alerta sobre bons hábitos alimentares

Dentre os inúmeros benefícios da odontologia pediátrica, o alerta sobre bons hábitos alimentares pode ser encontrado. Assim, caso seu filho tenha dificuldades para entender que um determinado alimento faz mal aos dente, a figura do odontopediatra confirmando a informação pode surtir efeitos. O profissional irá conversar com a criança sobre a importância de manter a distância de alimentos ricos em açúcares e amido. Dessa maneira, o odontopediatra pode ser um grande aliado para manter seu filho atento a boa alimentação.

Odontologia pediátrica: na imagem é possível ver um odontopediatra com uma maçã na mão mostrando-a para um menino

Instrui a consciência do próprio corpo

Por fim, a odontologia pediátrica é ideal para instruir a criança sobre a consciência do próprio corpo. Isso acontece por conta do odontopediatra ser um dos especialistas que irão confiar às crianças tarefas que deverão ser realizadas por elas. Assim, não tão somente os pais terão a incumbência de praticar tarefas que resultem no bem-estar da criança. Lembrar de escovar os dentes antes de dormir e após as refeições, por exemplo, são hábitos que podem ser reconhecidos como sinônimos de autocuidado.

Gostou do nosso artigo sobre odontologia pediátrica? Conheça o Instituto Oral Itaim! Somos uma clínica odontológica no Itaim Bibi SP. Entre nossos serviços, você encontra odontopediatria, periodontia, ortodontia  e muito mais! Entre em contato conosco e veja os benefícios de ser nosso cliente!

criança no dentista
Categories Odontopediatria

Criança no dentista: como realizar a tarefa sem traumas

Criança no dentista costuma causar alvoroço entre os pequenos. Muitos têm medo, outros não sabem como funciona e, no final, quem sai prejudicada é a saúde. Por mais que os responsáveis pensem em oferecer até brindes por recompensa, é difícil convencer a criança. Porém, a visita frequente ao dentista é muito importante a partir dos primeiros meses de vida. A fim de resolver essa questão, separamos as melhores dicas para quem deseja levar a criança ao consultório dentário sem causar traumas. Atente-se!

Criança no dentista: saiba transformar em hábito

Imagem de criança no dentista sendo examinada

Importância

O acompanhamento odontológico começa no pré-natal, assim como você pode ver em nosso artigo sobre saúde bucal da gestante. Entretanto, é extremamente necessário dar continuidade aos cuidados para um desenvolvimento saudável dos dentes. E, claro, para o bem de toda a saúde bucal da criança. Com a criança no dentista desde nova, cria-e um vínculo e afasta a probabilidade de traumas/medo.

Quando levar

Depois dos cuidados durante a gravidez, especialistas indicam que a periodicidade se dê entre 6 e 9 meses. Mesmo sem os dentes formados, não é preciso vê-los para então cuidá-los. A fase de crescimento, bem como sua alimentação necessária e hábitos do dia a dia, é decisiva para a saúde bucal. O profissional indica o melhor a caminho a seguir e aponta o que na realidade da criança pode prejudicá-la.

E quando a criança tem medo?

criança no dentista tapando a boca com medo

Acontece quando a criança não tem o costume de visitar o dentista. Ou simplesmente desenvolveu medo pelo que ouve na escola, internet e etc. Afinal, é muito comum alguns adultos ameaçarem de levar ao dentista a criança que não se comportar positivamente. Vale lembrar que isso não é um castigo e não deve ser passado assim. Enfim, agora que a realidade de ter uma criança no dentista está se distanciando, o que fazer?

Conversação

Converse com a criança e fale sempre a verdade. Ir ao dentista deve ser uma forma de cuidado com a própria saúde. Diga o quanto é importante. Antes disso, procure identificar o porquê do medo/trauma. Ao tratar com a criança sobre essa questão, lembre-se, também, dos seus medos e como atingem seu dia a dia. Não minta, nunca. Falar que não vai demorar para um procedimento que costuma levar um tempo maior só pode agravar a relação da criança com dentista.

Hábitos

Mudar e estimular novos hábitos é essencial. A forma como se higieniza a boca pode resultar na necessidade de ir mais vezes ou não ao dentista. Por essa razão, apresenta uma alimentação menos açucarada, evite refrigerantes e valorize a correta escovação. Quer saber mais sobre? Leia nosso artigo sobre escovação infantil.

Exemplo

O mais importante de tudo é: dê o exemplo! Para levar a criança no dentista, o responsável precisa acreditar na importância também. Ou seja, mantenha seus cuidados em dia que os pequenos vão se espelhar.

Escolha o dentista adequado!

A escolha pelo profissional influencia diretamente no comportamento da criança no dentista. Conte com os profissionais do Instituto Oral Itaim. Somos uma clínica odontológica em Itaim Bibi. Confira também, em nosso blog, artigos exclusivos sobre plástica na gengiva, implante de dente e muito mais. Agende sua visita e a da criança agora mesmo!

escovação infantil: saiba como incentivar
Categories Odontopediatria

Escovação infantil: como incentivar seu filho?

Ainda na primeira infância é necessário levar ao conhecimento das crianças que a escovação infantil é um fator crucial para a higiene e traz benefícios à saúde. Especialistas dizem que acostumá-la desde pequena a praticar esse hábito faz com que a percepção de cuidados com o corpo já comece a fazer parte de sua rotina. Entretanto, é necessário que os pais sejam os primeiros influenciadores nesse quesito. Nesse artigo do Instituto Oral Itaim, você encontra dicas para incentivar a escovação infantil.

Incentivo à escovação infantil

Em geral, a maior parte dos pais possuem dificuldades para estimular a escovação infantil. Isso acontece devido ao fato de as crianças notarem esse momento como entediante. Para que essa situação seja selecionada, é importante que exista criatividade, paciência e insistência da parte dos responsáveis. Assim, não será mais um bicho de sete cabeças. A seguir, separamos algumas dicas que podem fazer toda a diferença para que o incentivo à escovação infantil seja válido.

Prepare o ambiente

Pode parecer que não, mas ter um banheiro preparado para a chegada de seu filho pode fazer toda a diferença no momento da escovação infantil. Já pensou em posicioná-lo em frente ao espelho para que ele possa enxergar o que está fazendo? Cuidado para não posicioná-lo em cima de algum objeto onde ele corra o risco de cair. Nesse sentido, é bom estar atento.

ambiente para boa escovação infantil

Seja você mesmo o exemplo

Vá com seu filho escovar os dentes e escove os seus também. Para uma criança, é muito mais fácil entender os hábitos saudáveis em um ambiente onde a família os pratica. Alguns pais buscam que seus filhos pratiquem a escovação infantil, mas não mostram a eles que os adultos também precisam escovar os dentes.

exemplo para seus filhos na escovação infantil

Não provoque medo

Caso ocorra birra, coloque-se na altura dos olhos de seu filho e explique a ele em um tom carinhoso os benefícios da higienização. Evite irritação ou falar em voz alta, isso pode assustar a criança e criar traumas. Saiba como orientar seu filho sem amedrontá-lo.

Torne a escovação infantil rotina

A rotina pode estar ligada a uma brincadeira, por exemplo. Que tal incentivar seu filho a uma “operação contra cáries” onde ele seja um super herói que combate a esses invasores? Ou montar uma música que vocês possam cantar quando estiverem indo em direção ao banheiro? É importante deixar que as crianças percebam que o hábito deve estar presente no dia a dia sem que seja algo monótono. De acordo com a Orientação aos Pais da Associação Brasileira de Odontopediatria, os pais devem praticar a supervisão da escovação infantil.

escovação infantil: tornando rotina

Use artifícios lúdicos

É você quem escolhe a escova dental que seu filho usará no ato da escovação infantil? Se sim, por que não inverter? Deixe-o escolher a escova, o design, o personagem e a cor. Dessa forma, fica mais fácil garantir uma aproximação entre a criança e o objeto, tornando a escovação infantil mais atrativa.

Consulte um profissional

A escovação infantil deve ser também orientada por um profissional. Escolha um dentista que seja atencioso. Um consultório com o ambiente adequado para crianças e quebre o estigma de que a escovação é algo ruim. O profissional será uma figura ideal para orientar seu filho além de você.

aprenda sobre escovação infantil com um profissional

Gostou do nosso artigo sobre escovação infantil? O Instituto Oral Itaim conta com odontopediatria sp, assim como odontologia e clareamento dental, por exemplo.

Em nosso blog, você encontra artigos sobre cárie infantil, além de mitos e verdades se chupeta entorta os dentes. Entre em contato conosco e marque seu horário.

  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii