CONHEÇA NOSSO BLOG
06Mar

4 dicas para limpar a escova de dente e mantê-la livre de germes

Não pense que simplesmente passar água na escova de dente faz com que ela fique limpa e livre de germes. É preciso ir mais além nesse processo para garantir que o objeto esteja devidamente higienizado e não cause problemas em sua saúde bucal.

Sangue, restos de comida e coliformes fecais são alguns dos tipos de sujeira mais comuns encontrados em escovas de dente. Por isso, é importante que o procedimento seja realizado com frequência e sem preguiça.

Se você não sabe por onde começar a limpar a escova de dente e mantê-la afastada de qualquer malefício, leia este artigo agora mesmo. Ao colocar tudo em prática, você poderá ficar mais tranquilo e com um belo sorriso no rosto.

1. Lembre-se de limpar a escova de dente diariamente

Depois de cada escovação, mantenha a escova em água corrente por alguns segundos até que o excesso de pasta dental e espuma seja eliminado. Em seguida, retire o restante da água acumulada com pequenas batidas na escova.

Adquira em uma farmácia um antisséptico bucal e borrife sobre as cerdas, sem exagero. Quando houver tempo, também deixe esta parte submersa em enxaguante bucal por alguns minutos, sem se esquecer de enxaguar e secar a escova em seguida.

2. Molhe a escova em água corrente antes do uso

Para retirar qualquer vestígio de microorganismos ou creme dental das cerdas, lave a escova em água corrente antes do uso. E, mesmo que limpar a escova de dente seja um processo comum em seu cotidiano, o item não deve ser manuseado sem que você lave bem as mãos.

Aproveite o momento para bochechar rapidamente antes de prosseguir sua higiene bucal. Este cuidado faz com que pedacinhos de comida sejam descartados e não fiquem presos nas cerdas por causa dos movimentos da escovação. Do contrário, os germes terão grandes chances de se proliferar por ali.

3. Use um protetor de cabeça na escova

Barato e facilmente encontrado para compra, o protetor de cabeça é um recipiente pequeno, geralmente feito de plástico, que se encaixa na parte das cerdas. Como forma de proteção, ele evita que duas ou mais escovas entrem em contato e troquem bactérias. E, quando você terminar de limpar a escova de dente, o resultado também será conservado por mais tempo.

Além disso, se você não tiver o costume de manter a tampa do vaso sanitário sempre fechada, ela isolará a escova de coliformes fecais. Porém, tente ao máximo mudar este hábito, pois ele pode prejudicar até mesmo outros de seus itens de higiene pessoal e causar problemas de saúde e infecções em seu organismo.

4. Opte por escovas de dente mais simples

Por mais que o mercado seja criativo em formas e cores de escovas de dente, procure sempre escolher o mais simples. Quanto menos curvas, cantos e relevos ela tiver, mais efetiva será sua higienização e a limpeza dos dentes.

Caso ela seja muito elaborada, fique atento ao acúmulo de poeira e resíduos, especialmente no cabo e sempre lave toda a extensão do item. Mesmo que estejam longe das cerdas, os germes podem se espalhar e transformar sua boca em uma nova moradia.

E você, consegue limpar sua escova de dente diariamente? Realiza algum processo diferente desses que aconselhamos por aqui? Deixe um comentário e conte sua experiência!

Posts RecentesTags
  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii