CONHEÇA NOSSO BLOG
Gengiva Inflamada Conhecas As Causas E Tratamentos Blog

Gengiva inflamada: conheça as causas e os tratamentos

A saúde bucal não envolve apenas os dentes. A gengiva também merece atenção, pois se não for bem cuidada, deixa de proteger os ossos da boca e causa instabilidade na arcada dentária.

Por isso, é importante ficar atento a alguns sinais. Sintomas como sangramento, mau hálito e inchaço indicam gengiva inflamada. Sem as providências necessárias, as consequências podem ser sérias, levando até mesmo a cirurgias de correção e perda dentária.

Se essa situação é familiar para você, tire um tempo para ler este artigo. Você vai descobrir as causas e os tratamentos para esse problema, além de saber em quais casos é preciso buscar por orientação profissional. Confira!

Higiene bucal inadequada

O acúmulo de placa bacteriana nos dentes é um dos principais causadores das cáries e da gengiva inflamada ou gengivite. E também é um sinal de que a escovação não está sendo realizada da forma correta. Se o hábito de usar fio dental for inexistente, então a questão fica ainda mais complicada.

Caso o inchaço seja percebido, de nada adianta, de repente, intensificar esses cuidados. O recomendado é procurar um dentista para realizar a limpeza completa e o tratamento adequado. Conforme as orientações repassadas, retome às práticas corretas com muita disciplina, aproveite a consulta para tirar dúvidas de como escovar da melhor maneira.

Pacientes Fumantes

O cigarro não causa gengivite, porém um paciente fumante com problemas gengivais, terá a doença progredindo de maneira muito mais rápida. Além disso, a cigarro causa uma vasoconstrição, diminuindo o sangramento e inchaço da gengiva. Quando diagnosticada, muitas vezes já está na fase mais agressiva, com perda óssea.

Para que fuma além do cuidado com a gengiva, também muito importante o controle para diagnóstico precoce de outras doenças mais graves, por isso a recomendação do auto exame bucal e controle periódico com seu dentista.

Alterações hormonais

Puberdade, gravidez e menopausa são períodos em que as alterações hormonais acontecem a todo vapor. Embora existam formas de amenizar sintomas e transtornos em todas essas etapas, a gengiva inflamada pode ser uma constante.

Sendo assim, a solução é também consultar um dentista. Ele poderá indicar cremes dentais e escovas de dente anatômicas que minimizem a dor e os sangramentos até que os hormônios sejam controlados com indicação médica.

Uso de aparelho

Ainda que o aparelho ortodôntico tenha como principal função alinhar dentes e transformar o sorriso, eles podem ser motivo de gengiva inflamada. Portanto, é muito importante fazer a higiene correta diariamente para que alimentos não se acumulem em sua estrutura e as bactérias não proliferem para essa região.

Os ajustes realizados periodicamente para apertar ou afrouxar o aparelho também podem causar a inflamação. Eles devem ser feitos por um ortodontista, para que os riscos de que isso aconteça sejam os menores possíveis.

Diabetes e outras doenças graves

Doenças, como o diabetes, o câncer, a epilepsia e depressão também podem piorar a  gengiva inflamada. A frequente ingestão de remédios agressivos interfere diretamente na resistência do organismo, que responde dessa maneira.

Os tratamentos, se não forem temporários, infelizmente apresentam esse efeito colateral. É preciso verificar com o médico uma orientação que regule o transtorno. Mas é preciso continuar sempre a escovação da maneira correta.

E você, já teve que lidar com gengiva inflamada? Como enfrentou o problema? Relate sua experiência nos comentários!

Posts RecentesCategoriasTags
  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii