CONHEÇA NOSSO BLOG
Fazer A Profilaxia Regularmente G

O que é o exame de Halitose e como é o tratamento?

Perceber o cheiro que exala da própria boca nem sempre é possível, o que, muitas vezes, gera insegurança no convívio social. Nesses casos, o simples conversar de perto já provoca certa inquietação.

Isso tende a gerar desconforto e até mesmo o afastamento das situações nas quais é impossível disfarçar o odor bucal. A boa notícia fica por conta de haver maneiras para identificar e tratar tal problema. Continue a leitura, descubra o que é o exame de Halitose e como cuidar do hálito!

O que é o exame de Halitose?

Já existem procedimentos específicos para identificar, com exatidão, a presença do mau hálito. Um desses exames diagnósticos é denominado Cromatografia Gasosa do Hálito, leva poucos minutos e tem resultado bastante confiável.

O teste é realizado com uso de um aparelho que, a partir de um simples bafejar, constata a presença dos gases responsáveis pelo odor caracterizado como Halitose. Parecido com um bafômetro, o instrumento revela se há sulfureto, metil mercapitana e o dimetil sulfeto no ar examinado.

Depois de realizada a prova, um gráfico informa os níveis de concentração dos componentes no hálito. Outro jeito de verificar o cheiro bucal consiste em realizar um teste sensorial. Ele dispensa a utilização de aparatos mais sofisticados, pois depende apenas de um tubo plástico e do hálito ali soprado passar por minuciosa avaliação.

Quais são as causas mais comuns do mau hálito?

Identificado o mau hálito, é hora de determinar a sua origem, que pode estar relacionada a diversos fatores. Entre eles, os mais comuns estão relacionados à cavidade bucal, a exemplo de gengivite ou dos dentes requerendo cuidados.

Gastrite provocada por bactérias e refluxo estomacal também são causadores de mau hálito. Doenças como laringite e amidalite, além de males bastante recorrentes na população em geral, a exemplo de sinusite e rinite, fazem o hálito ficar malcheiroso.

Doença graves também podem ter a Halitose como sintoma, entre elas a diabetes, insuficiência renal, câncer no estômago e até insuficiência cardíaca — além de outros.

Como tratar a Halitose?

Para a Halitose de origem bucal, a indicação fica por conta de ajustar a rotina de higiene bucal. Isso, a começar pela limpeza dentária feita em consultório odontológico, que servirá para eliminar as placas bacterianas.

Depois desse processo, o dentista vai orientar como deve ser feita a higienização diária da boca, língua e dentes. Além disso, o profissional vai sugerir produtos para complementar o cotidiano de cuidados com a boca. Seguir à risca essas condutas vai contribuir decisivamente para acabar com o mau hálito, e deixará você mais seguro nas situações sociais do dia a dia.

Agora você já sabe o que é o exame de Halitose, conhece suas principais causas e sabe o que fazer para eliminar o problema. Isso tudo é bastante efetivo, ainda mais quando conjugado a medidas preventivas, como as consultas regulares ao dentista.

Esse simples cuidado permite perceber ocorrências de mau hálito logo ao se manifestarem. A relevância desse rápido diagnóstico é imensa, já que o mau cheiro na boca pode sinalizar diversos males.

Cuidados com a saúde bucal devem ser prioridade, entre já em contato com o Instituto Oral Itaim e agende uma avaliação!

Posts RecentesCategoriasTags
  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii