CONHEÇA NOSSO BLOG
17Abr

Primeira dentição: conheça os principais cuidados!

Alguns bebês já nascem com dentes. Entretanto, esta situação não é habitual. A primeira dentição costuma aparecer entre o terceiro e o sexto mês de vida da criança. Mas, esse parâmetro pode sofrer alterações de acordo com o organismo do indivíduo podendo apresentar desconforto ou não nesta fase. Pensando nisso, preparamos este artigo para que você entenda como ocorre o desenvolvimento dos dentes, quais são os sintomas e cuidados. Boa leitura!

O que é preciso saber sobre a primeira dentição?

A primeira dentição do bebê é composta por dentes chamados decíduos. Mas, por conta da coloração mais esbranquiçada, ganharam um apelido e tornaram-se mais conhecidos como: “dentes de leite”.

Existem diversas curiosidades sobre o desenvolvimento deles e os cuidados que não devem ser esquecidos para que a evolução dos dentinhos do seu bebê seja saudável! Na sequência, tratamos a respeito desses pontos.

Nascimento dos dentes

O início da primeira dentição é caracterizada pelo aparecimento dos quatro incisivos inferiores seguidos da quantidade semelhante no maxilar superior. Ou seja, a classificação dos incisivos, ao total, representa os oito primeiros dentes do bebê. Estes têm a função de cortar os alimentos.

Dos 14 aos 20 meses, compreende-se a fase do nascimento dos primeiros molares. Esses dentes servem para triturar ou rasgar alimentos. Por isso, é comum que os pediatras recomendem uma alimentação pastosa durante esta fase.

Contudo, como os molares são formados por um conjunto de oito dentes, somente entre 7 e 8 anos a criança apresentará a composição completa destes.

Já os caninos do bebê nascem no período entre o 18º e 24ª mês. Assim como na dentição permanente, enquanto decíduos também atuam para cortar alimentos.

Sintomas

Os sintomas da primeira dentição são variados. Com isso, muitas crianças podem apresentar uma série de sinais, enquanto outras têm a possibilidade de não apresentar indícios. Os mais comuns são:

  • febre;
  • diarreia;
  • inchaço na gengiva;
  • erupção cutânea no rosto ou no queixo;
  • dor;
  • irritabilidade;
  • baba em excesso;
  • perda de apetite;
  • insônia;
  • vontade de morder;
  • dor.

Quando é indicado procurar um profissional?

Durante toda a fase da primeira dentição, os responsáveis pela criança devem estar atentos a limpeza bucal dela. Para isso, recomenda-se que seja feita a higienização com pano umedecido com água na gengiva do bebê todas as noites, enquanto os decíduos ainda não tenham despontado.

Contudo, quando os incisivos já tiverem aparecido, é indicado fazer a escovação normalmente, com o uso de uma escova apropriada, mas com água ao invés de creme dental.

Lembre-se, os açúcares presentes no leite podem causar cáries e placa bacteriana.

Depois de já ter cumprido essas etapas de limpeza, os pais devem levar o filho ao dentista para uma primeira consulta a partir do momento em que ele completar o primeiro ano de vida. Esse profissional, portanto, irá avaliar se a limpeza realizada até o momento foi a apropriada e concederá dicas de como realizá-la para do momento em diante.

Escolha um local de referência em odontopediatria!

Gostou do nosso artigo sobre a primeira dentição? Os profissionais do Instituto Oral Itaim estão disponíveis para atender seu bebê! Com a odontopediatria, será possível o controle de problemas de saúde bucal dele! Estamos localizados na Rua Joaquim Floriano, 466, conjunto 1.111 – Itaim Bibi, São Paulo. Não deixe de entrar em contato  conosco para agendar a primeira consulta!

Em nosso blog, veja outros artigos que podem ser de seu interesse. Lá estão:

 

Posts RecentesTags
  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii