CONHEÇA NOSSO BLOG
06Fev

Tipos de clareamento dental: qual o melhor?

Ter um sorriso bonito e bem cuidado é um dos segredos para elevar a autoestima. Esse também é o resultado de uma importante atenção com a saúde e com isso, há menos problemas dentários.

Uma das queixas mais frequentes quanto à estética é o amarelamento dos dentes, muitos pacientes reclamam que o visual manchado é pouco agradável e transmite até a sensação de falta de limpeza adequada. Para lidar melhor com o problema, o clareamento dental é uma solução bastante procurada.

Como cada pessoa tem uma necessidade, há diversas opções. Para escolher o seu, veja os tipos de clareamento dental e entenda qual é o melhor!

O clareamento dental a laser é um dos mais procurados

Uma das opções de maior procura é o clareamento feito a laser, ele conta com peróxidos em concentração elevada, que são aplicados diretamente nos dentes por meio de um molde. O ideal é que seja sob medida, de modo a impedir vazamentos que afetam a gengiva.

Depois que o gel é espalhado por todas as estruturas, aplica-se um feixe de laser. A reação química é ativada e como se torna mais intensa, possui um efeito de branqueamento que já pode ser percebido na primeira sessão.

Tudo é realizado no consultório e é preciso fazer, pelo menos, 3 ou 4 sessões com intervalo mínimo entre elas.

A alternativa com LED é segura e bastante eficaz

Outra opção que tem sido muito procurada é o procedimento feito com LED, ele está entre os mais rápidos tipos de clareamento dental, ao mesmo tempo em que oferece um nível de segurança maior.

O funcionamento é idêntico ao do tratamento com laser, a única diferença é na emissão de luz, que nesse caso, é feita por meio de um LED especial.

Os resultados são semelhantes, mas normalmente, há riscos menores para o esmalte e uma sensibilidade menos intensa. Também exige diversas sessões para ser finalizado.

A versão caseira é um dos tipos de clareamento dental mais seguros

Outro clareamento dental é o feito em casa, ele inclui um molde de silicone sob medida e um gel com menor concentração de peróxidos. De acordo com as orientações do dentista, o próprio paciente aplica o gel no molde e o deixa em contato com os dentes em casa.

Nesse procedimento, não há luz de ativação, então a etapa é um pouco mais demorada. Por outro lado, é bastante conveniente porque tudo é feito em casa, o que faz com que os tempos de consulta sejam bem menores.

Afinal, qual é o ideal?

Entre os tipos de clareamento dental, as características variam e as indicações, também. Cada pessoa tem expectativas e exigências diferentes e portanto os clareamentos são indicados de acordo com o perfil do paciente.

Quem busca resultados rápidos, por exemplo, deve optar pelo a laser ou LED. Já quem tem interesse em máxima praticidade, pode escolher o caseiro.

Contudo, somente o dentista poderá atestar qual é a melhor possibilidade. Ao considerar a condição dos dentes e outros fatores de saúde, o profissional qualificado pode afirmar qual é o melhor caminho.

Os tipos de clareamento dental variam de acordo com o procedimento e com o tempo de duração, cada um é mais indicado para um perfil e é o dentista o responsável por decidir qual é o melhor.

O que você acha do clareamento dental? Ainda tem alguma dúvida? Conte nos comentários e participe.

 

Posts RecentesTags
  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii