CONHEÇA NOSSO BLOG
21Fev

Quais são os tipos de coroa dentária mais comuns?

Já parou para pensar no quanto é ruim ter a falta de um dente ou parte dele? Com isso, os tipos de coroa dentária se tornam uma grande solução para estes problemas. Ao passo que eles “cobrem’’ o espaço, impedem a ação de cáries e garantem uma melhor mastigação, por exemplo. Preparamos este artigo para que você conheça os modelos utilizados. Boa leitura!

5 tipos de coroa dentária mais utilizados!

Como dissemos anteriormente, os tipos de coroa dentária são utilizados com o intuito de proteger o dente. Neste sentido, tornam-se bastante utilizados para gerar uma maior capacidade de força em um dente já degradado por conta de alguma ação. Assim, com a implantação de um desses, existe um resultado estético rápido que imprime a melhoria da auto estima do paciente.

Veja, na sequência, os modelos mais comuns de coroa dentária.

1- Porcelana

A coroa dentária de porcelana está entre os tipos de coroa dentária mais queridos. E, como nada é capaz de explicar-se sozinho, existem uma série de questões para isso! Ela é totalmente indicada para quem deseja obter a melhora do sorriso em minutos, visto que disponibiliza uma série de vantagens. Montamos uma lista com algumas delas:

  • estabilidade de coloração;
  • maior resistência ao desgaste;
  • textura semelhante a dos dentes;
  • menor acúmulo de sujeira.

Diferente dos demais tipos, que serão tratados no decorrer deste artigo, caso a coroa de porcelana sofra uma trinca, não será necessário recomeçar o trabalho para fazer a renovação do material. Um fator que explica isso é a resina utilizada em sua composição.

2- Metalocerâmica

Agora, se a busca por um dos tipos de coroa que tenha por finalidade melhorar a mastigação e proteger os dentes da ação das cáries, a metalocerâmica é bastante indicada. Trata-se de uma coroa constituída por liga metálica envolvida por cerâmica.

Em geral, o uso é comum em casos de restauração. Como neste processo o profissional retira apenas uma parte do dente, quando a metalocerâmica é posicionada, garante maior aderência. Isso contribui para que ela seja compreendida como um dos tipos mais firmes e resistentes.

3- Acrílico

Como já falamos sobre porcelana e cerâmica, não poderíamos deixar de citar o material acrílico. Quando comparado aos anteriores, não pode ser definido como um dos símbolos de resistência. Contudo, é o mais acessível e não deixa a desejar quando se trata da questão estética.

O uso das coroas acrílicas é realizado, em muitas vezes, como sucessor das cerâmicas. Com isso, são aplicadas para a remodelagem de dentes com aparência amarelada ou com traumas.

4- Metal

Dentre os tipos de coroa dentária comuns também é possível encontrar o metal. Ele é altamente resistente à corrosão. Contudo, quando posicionado sobre os dentes, não garante uma ação estética tão satisfatória. Tal fator pode ser explicado que, em geral, tem possibilidade de uso quando o profissional retira apenas uma parte sadia da estrutura dentinária. De tal maneira, o metal fica agregado à parte branca dos dentes.

5- Ouro

Por fim, um dos modelos que mais geram dúvidas quanto a aplicação é o ouro. Em oposição ao senso comum, as ligas constituídas por esse metal não danificam os demais dentes.
Inclusive, quando analisado biologicamente, ouro é o que mais possui adaptação ao tecido da gengiva quando relacionado aos outros tipos de coroa dentária.

São entendidas como desvantagem do uso deste material:

  • coloração amarelada;
  • alto custo despendido.

Gostou do artigo? O Instituto Oral Itaim é referência em SP nos serviços de estética dental. Nossos profissionais são qualificados em prótese dental, plástica gengival, reabilitação dentária e muito mais! Não deixe de agendar sua consulta conosco.

Posts RecentesTags
  • Copyright © 2018 Instituto Oral Itaim - CRO CL : 12962 | RT: Joana Ozi CROSP: 92.804
  • Agência Trii